Organização Mundial da Saúde

Flavio Theilacker alerta que medidas de seguridade devem ser adotadas pelos setores na inspeção de alimentos e por toda a cadeia produtiva até o consumidor final

 

Reconhecida pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como um dos patógenos mais hostis à saúde da população, a Salmonella é uma das principais bactérias causadoras de doenças por ordem alimentar do mundo. Por esse motivo, o papel dos laboratórios de análises ambientais, em toda a cadeia produtiva, é fundamental nesse trabalho de prevenção.

Um balanço divulgado pelo Departamento de Vigilância Epidemiológica, em maio de 2017, mostrou que a maior parte das Doenças Transmitidas por Alimentos (DTA) são causadas por ingestão de água ou alimentos contaminados. Em 90% dos casos apurados na pesquisa, há a presença de bactérias como E. ColiS. Aureus Salmonella. Outro dado significativo é da Secretaria de Vigilância em Saúde, do Ministério da Saúde, que apontou que entre os anos 2000 e 2015, foram registrados 10.666 casos de doenças envolvendo a bactéria.

Segundo Flavio Theilacker, Coordenador Técnico do Freitag Laboratórios, a salmonelose é uma doença infecciosa resistente e de alta virulência, que pode espalhar-se rapidamente para outros órgãos do corpo, causando doenças graves como a febre tifoide, que pode levar à morte se não for tratada previamente. Mesmo com todos esses agravantes, ainda presenciamos muitos casos em todo o país, como aponta o levantamento do Ministério da Saúde. “Em muitos casos, a contaminação é resultante da imprudência por parte do setor, ou seja, podemos dizer que não houve cuidado ao utilizar uma técnica asséptica eficiente, ferramenta esterilizada, matéria prima (ração, água), em seu armazenamento ou até mesmo os operadores não tiveram treinamento da correta aplicação por parte operacional. Visto, é muito importante um controle de qualidade interno eficaz, e transparência em toda a cadeia alimentar do produtor até o consumidor”, explica o Coordenador Técnico do Freitag Laboratórios.

O especialista explica que controles microbiológicos devem ser feitos periodicamente com a ajuda de laboratórios de análises de alimentos, pois são responsáveis pela realização do diagnóstico e dos testes de identificação, utilizando normas internacionais vigentes, como por exemplo: ISO (Organization for Standardization), BAM/FDA, APHA, entre outras.

O coordenador explica que os principais cuidados a serem adotados pelos setores responsáveis no controle de contaminação envolvem medidas corretas de limpeza e higiene, desinfecção, controle de moscas, roedores e animais infectados. Além disso, ressalta a importância da eliminação de possíveis fontes de contaminação (principalmente esterco) em locais como fontes de água, estoques de alimentos e equipamentos.

 “O consumidor não é capaz de identificar que o alimento está contaminado, esse diagnóstico só é possível por meio de análises laboratoriais. Logo, é indispensável que os setores responsáveis se assegurem da qualidade dos procedimentos de controle”, diz Theilacker.

Sobre o Freitag Laboratórios

Fruto da fusão entre o Laboratório Weingärtner (fundado em 1956) e Laboratório Freitag (fundado em 1978), a partir de agosto de 2002, surge o Laboratório Freitag & Weingärtner, focado em análises clínicas humano. A fusão dos dois conceituados laboratórios permitiu a expansão da empresa, possuindo hoje uma abrangência regional e estadual. O laboratório focou-se no atendimento corporativo, o que o impulsionou a criar novos serviços e divisões para atender às empresas.

Em 2006 nasce a Divisão Ambiental e de Alimentos, e em 2008 a Divisão Veterinária. Em 2009 a Divisão Ambiental e Alimentos ganha autonomia e passa a chamar-se Freitag Laboratórios, ganhando um novo espaço para suas atividades. O Freitag Laboratórios atua hoje em todo o Brasil, visando ser uma referência nacional e possui o maior escopo de ensaios acreditados de Santa Catarina. Mais informações: www.freitag.com.br

Fonte: Thábata Mondoni – Mondoni Press

18 de abril de 2018
Salmonella

Laboratórios são fundamentais no diagnóstico de Salmonella, diz especialista do Freitag

Flavio Theilacker alerta que medidas de seguridade devem ser adotadas pelos setores na inspeção de alimentos e por toda a cadeia produtiva até o consumidor final […]
10 de abril de 2018
Surgeons interacting with each other in operation room at hospital

OMS indica Terapia por Pressão Negativa para reduzir incidência de infecções pós-operatórias

No Brasil, 11% de todos os procedimentos cirúrgicos realizados resultam em uma infecção deste tipo.[1]   Recentemente, a Organização Mundial da Saúde divulgou, pela primeira vez, […]
17 de janeiro de 2018
Cute young woman at the dentist. Mouth checkup

Cáries: precisamos falar dessa questão de saúde pública

Com tratamento simples e prevenção conhecida, pesquisas ainda revelam que mais de 2 bilhões de pessoas têm cáries em todo o mundo.   Parece um assunto […]
31 de julho de 2017
main-qimg-cdd07422dbf9ac7529a3315bdb4887d7-c

Redução e taxação de açúcar não contribuem no combate à obesidade

Análises mostram que alguns países que optaram por esse tipo de ação não tiveram resultados efetivos no longo prazo   Redução e taxação do açúcar são […]