Multivista

*Por Flavia Salvitti

 

Para alguns, foi período de festejar e, para outros, de descansar. As maneiras de curtir são inúmeras, mas uma coisa é certa: inevitavelmente, o Carnaval nos tira da rotina e muda alguns hábitos importantes, como a alimentação. O consumo excessivo de alimentos gordurosos e bebidas alcoólicas – típicos dos dias de folga – pode trazer mal-estar. E voltar às atividades do dia a dia com desconforto não é nada legal.

Depois da folia, mais do que nunca, é importante caprichar na ingestão de alimentos nutritivos e saudáveis. Nesse período, os mais indicados são os ricos em fibras, pois além de estimular a absorção de glicose e gordura, combatem a má digestão. Para quem precisa regular o trânsito intestinal, verduras, legumes, alimentos integrais e alguns cereais como aveia e granola representam ótimos aliados da dieta.

Outro ponto que merece atenção é a hidratação do corpo. A famosa ressaca nada mais é que um conjunto de sintomas da intoxicação que ocorre quando você bebe demais. O organismo precisa metabolizar o álcool e, para isso, acaba sobrecarregando os órgãos envolvidos nessa função. Para se livrar da desidratação causada pelo álcool, é fundamental ingerir muita água. Por ser um fluido de fácil digestão, ela ajuda a repor líquidos sem irritar o estômago. Nesse período, também é importante repor eletrólitos, como sódio e potássio. Muitas bebidas isotônicas possuem eletrólitos e podem ajudar.

É importante lembrar que, se você bebeu muito ou se alimentou mal ao longo do feriado, provavelmente seu estômago vai ficar sensível e merece cuidados. Evite comidas pesadas, bebidas que não sejam suaves e remédios fortes. Alguns medicamentos como o ácido acetilsalicílico são ótimos, mas causam irritação gástrica. Portanto, devem ser evitados nessa situação.

Frutas com alto teor de água, como melão, melancia, uva e abacaxi são ricas em nutrientes funcionais e precisam entrar na dieta. Salsichas, linguiças e outras carnes processadas, por sua vez, devem ser evitadas, já que são cheias de sódio, corantes, conservantes e diversos produtos químicos que dificultam a metabolização dos elementos nocivos presentes no organismo. E lembre-se: alimentar-se corretamente é tarefa não apenas para o Carnaval, mas para o ano inteiro.

Flavia Salvitti. Foto: Grupo Image

Flavia Salvitti. Foto: Grupo Image

* Flavia Salvitti é nutricionista e coordenadora do Departamento de Nutrição do HSANP, centro hospitalar localizado na zona Norte de São Paulo.

 

Fonte – Grupo Image

16 de fevereiro de 2018
Beautiful young woman with vegetables in grocery bag at home.

Dicas para desintoxicar após o Carnaval

*Por Flavia Salvitti   Para alguns, foi período de festejar e, para outros, de descansar. As maneiras de curtir são inúmeras, mas uma coisa é certa: […]
6 de fevereiro de 2018
OUT-900x300cm-CONSTRANGER-CARNAVAL-SPM-2018-e1517596964123web

Com apoio da ONU, Bahia faz campanha contra a violência de gênero no Carnaval

“Cantada pode, assédio não. Olhar pode, constranger não. Na boa pode, à força não”. A diferença entre o assédio e a paquera saudável é o mote […]
6 de fevereiro de 2018
unnamed (4)

Casos de micose nas unhas aumentam no verão. Saiba como tratar

As temperaturas sobem e os fungos atacam. É nesta época de sol, praia, piscina e calor que costumam aumentar os casos de micose nas unhas.   […]
6 de fevereiro de 2018
DCIM/100MEDIA/DJI_0098.JPG

Hospital da Mulher de prontidão no Carnaval 2018

Unidade realiza acolhimento às mulheres em situação de violência sexual.   Um lugar para ser acolhida e receber todo o suporte necessário em casos de violência […]