Páscoa: como escolher o chocolate mais saudável?

17883995_1560998277244202_1691167415052961870_n
IFBA oferece 750 vagas para cursos superiores EAD
12 de abril de 2017
maxresdefault
Transplante de coração, uma perspectiva atual e real
18 de abril de 2017

Páscoa: como escolher o chocolate mais saudável?

obj_strip_85141_1_full

Nutricionista explica os benefícios do cacau e orienta como comer sem culpa na data comemorativa

 

Impossível não relacionar a chegada da Páscoa com a alta temporada de chocolates. A nutricionista Gabriella Alves, da Corpometria, indica as opções mais saudáveis para data e já ressalta que os chocolates mais saudáveis são os que têm maior teor de cacau. Normalmente estes chocolates têm menos açúcar na composição e, assim, é possível ter mais benefícios relacionados à fruta.
Nutricionista Gabriella Alves

Nutricionista Gabriella Alves

Gabriella explica que todos os benefícios associados normalmente ao chocolate, como a maior produção de serotonina – hormônio responsável pela sensação de bem estar – e o efeito antioxidante, por exemplo, são na verdade benefícios proporcionados pelo cacau, ingrediente do chocolate. “São vantagens vindas da fruta e não do doce em si. Então por isso, a melhor escolha sempre será aquela que priorizar o cacau e tiver maior concentração dele, como um chocolate meio amargo ou um amargo, preferencialmente”, ressalta a nutricionista.

Para não exagerar durante a Páscoa, a nutricionista também tem algumas dicas. Segundo Gabriela, o ideal é dividir os doces em porções e comer um pouco por dia. “Caso a pessoa queira comer um ovo de chocolate ou metade dele em um dia, tudo bem desde que ele seja rico em cacau. Isso só não pode se tornar uma rotina, e o certo é que nos próximos dias a ingestão de açúcar seja menor”, frisa.
Para quem está fugindo dos açúcares, os chocolates brancos devem ser descartados não apenas da Páscoa, mas do cotidiano também. Isso pelo fato de o doce ser rico em açúcar e leite, e não levar nada de cacau na receita, apenas a gordura da fruta. O chocolate ao leite também é considerado um vilão no quesito teor de açúcares. Doces com corantes e aromatizantes artificiais também devem ser evitados.
Depois de todas essas orientações, não precisa ficar neurótico e se isolar da data, como considera Gabriela. “Datas comemorativas como Páscoa e Natal acontecem apenas uma vez por ano e as pessoas esperam por elas. Não tem problema se permitir um pouco mais nesses momentos, desde que você se cuide durante todos os outros meses”, lembra.
Para comer sem culpa na Páscoa, valorize os bons hábitos no restante do ano. Não vale achar que todos os dias são sem regras e consumir chocolate desenfreadamente diariamente. “Praticar atividade física, evitar alimentos com muita açúcar e gordura, e se cuidar sempre” são as orientações da nutricionista para manter uma boa rotina nos outros dias.
Fonte: Objetiva Comunicação e Assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *