Incêndio na mata em Jequié: alguém se importa?

hpv-homem
Vacinação contra HPV em meninos previne câncer
26 de janeiro de 2017
Incêndio na mata em Jequié: alguém se importa?
27 de janeiro de 2017

Incêndio na mata em Jequié: alguém se importa?

FOTO PARA CAPA DO VÍDEO

Conhecida como cidade sol pelo forte calor que costuma fazer em boa parte do ano, uma parte importante de Jequié literalmente pegou fogo nos últimos dias, causando preocupação em toda população.

A região do Cajueiro, numa área de mata atlântica, teve uma grande área de vegetação incendiada. O corpo de Bombeiros e os moradores da localidade só conseguiram controlar as chamas após sete dias.

Ainda não foi feito um balanço oficial do que foi devastado pelas chamas, mas os prejuízos naturais são incalculáveis. E não é só pelas muitas espécies vegetais e de animais silvestres que ocupam aquela área, mas também pelo risco de extinção de importantes fontes de água que podem ser encontradas sobretudo numa área conhecida como Morro do Mara, com quase mil metros de altitude em relação ao nível do mar.

A água dessas nascentes se une em dois importantes rios para a região, o Rio Preto do Costa e o Rio Preto do Criciúma, de onde, inclusive, sai a água captada pela Embasa para o abastecimento de Jequié.

Por tudo isso, o Canal Multivista, preocupado com o bem-estar e a qualidade de vida da população, convidou dois amantes da natureza, sobretudo a que Jequié oferece, para uma conversa sobre os impactos desta queimada para o meio ambiente local e outros assuntos de interesse público. Confira no vídeo a conversa entre o jornalista Ivan Bezerra e seus convidados, o professor aposentado, Raimundo Novaes, e o calculista e observador de aves, Cezar Costa.

Fotos da localidade cedidas por Dimas de Campos e Cézar Costa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *